Netflix quer bater recorde e lançar 86 filmes próprios neste ano

sua diversão
16.05.2018, 15:29:10
(Foto: Divulgação)

Netflix quer bater recorde e lançar 86 filmes próprios neste ano

Serviço de streaming afirma que os 33 filmes originais lançados até agora neste ano foram assistidos mais de 300 milhões de vezes


A Netflix segue firme na missão de se consolidar no cinema mundial. Desta vez, a empresa tem em seus planos o lançamento de pelo menos 86 filmes originais Netflix em 2018. A informação foi dada com exclusividade à Reuters. O número excede a produção programada dos quatro principais estúdios de cinema tradicionais combinados, e excede ainda o próprio recorde anterior da plataforma de streaming de 61 filmes lançados no ano passado.

A estratégia é uma resposta agressiva às queixas de que o acervo de filmes do serviço é obsoleto. No entanto, o problema pode piorar já que a Walt Disney decidiu deixar de fornecer novos filmes para os clientes do Netflix nos EUA em 2019. A compra dos filmes de outros estúdios também se tornou mais cara à medida que a competição em streaming se intensificou.

A empresa no entanto garante estar se saindo bem tendo mais filmes autorais na plataforma. Segundo informações da agência Reuters, os 33 filmes Netflix lançados até agora este ano foram assistidos mais de 300 milhões de vezes por mais de 80 milhões de contas de usuários em todo o mundo. Essa é uma audiência média de mais de 9 milhões de espectadores por filme.

Os executivos explicam que o grande número de filmes se dá em função da grande variedade de gostos que eles estão tentando satisfazer. Uma ferramenta muito útil para saber se os filmes estão agradando é a coleta dos dados referentes aos hábitos de visualização dos assinantes.

Segundo a plataforma, dos 125 milhões de assinantes da Netflix, 55% vivem fora dos Estados Unidos, o que seria o trunfo da a empresa para impulsionar seu crescimento nos mercados estrangeiros.

“É arte e ciência”, disse Ian Bricke, que supervisiona o licenciamento e a produção de filmes independentes da Netflix. “Nosso público global é cada vez mais diversificado. Estamos constantemente aprendendo e tentando ficar mais inteligentes.”